My Amazon Alexa

Duas noites atrás, eu estava sozinho em casa lendo um livro quando Alexa deu uma risada. Eu li sobre isso e vi que postaram até aqui no grupo. Graças ao post que vi aqui no tecnogrupo eu fiquei aliviado. Mesmo assim, eu fiquei preocupado. É assustador ouvir risadas quando que está sozinho.
"Alexa, shut-up", eu falei com o meu inglês arranhado. A luz azul na parte superior device piscou, e a risada parou.
Voltei para o meu livro.
Vinte minutos depois, dei uma olhada de canto de olho, vi o anel azul de Alexa iluminar - como se ela tivesse recebido um comando. Observei por alguns minutos para ver se algo acontecia.
Trinta segundos depois, a luz azul voltou a ascender. Desta vez, ela disse: "ok, Peter. O conjunto de facas de aço inoxidável de cinco peças Henckels está a caminho. Você deveria receber em alguns dias."
"Oh My God!” foi a minha reação. Fechei o meu livro e peguei meu MacBook. Abrir o site da Amazon.com e fui ver o meu histórico de compras.
Estava vazio. Então eu verifiquei as informações da minha conta no dispositivo Alexa, perguntando se a Alexa tinha sincronizado com a conta de outra pessoa. Não tinha.
"Ótimo", pensei. "Facas grátis. Graças ao Peter, onde quer que você esteja."
Voltei para a minha leitura. Provavelmente não era a melhor coisa para fazer quando já estava com pouco de medo.
Quando cheguei no final capítulo do livro, Alexa riu de novo. Parecia diferente da primeira vez. A primeira vez, foi mecânica e sem emoção, assim como sua voz. Desta vez, foi menor. Mais profundo. Como se tivesse respirado nele. Os cabelos dos meus braços ficaram arrepiados.
"Que se dane", pensei, e me levantei para desliga-la. Quando estava a caminho para tirar ela da tomada, suas luzes começaram a piscar.
"Ok, Peter, quatro garrafas de cloro alvejantes, está a caminho. Você deverá receber em alguns dias."
Parei na metade do caminho e fiquei olhando o aquele dispositivo.
"Isso é ridículo", falei comigo mesmo. "Você está assustado por causa desse livro estúpido e você está deixando isso te influenciar. Não seja um idiota. "
Eu me virei e verifiquei a hora no relógio de parede. Era quase meia-noite. Eu precisava tomar banho antes de dormir. Respirei fundo e fui para o banheiro.
Depois de um banho rápido, estava me secando e pensando no que eu tinha que fazer no dia seguinte no trabalho, quando a Alexa começou a conversar novamente. Eu não consegui ouvi muito bem, pois eu estava no banheiro, mas reconheci sua voz. Não pareceu estar fazendo outra compra. Parecia quase uma conversa.
Abri a porta e ouvi. A voz parou. Eu podia ver sua luz azul refletindo na parede.
"Alexa", eu falei. "Quais são as minhas compras recentes?"
"Você não tem compras recentes, Erivaldo", ela respondeu. "Há algo que você gostaria de comprar?"
"Não, eu disse. A luz dela desligou.
Fui para a cama e liguei a TV esperando meus olhos ficarem cansado e cair no sono. Porém não estava funcionando. Não consegui parar de pensar naquele dispositivo estúpido. Eu não vou desliga-lo. Eu não iria ceder ao meu medo sem fundamento. Afinal sou um adulto.
Horas depois o sono bateu, finalmente me senti preparando para dormir. Desliguei a TV e fechei os olhos.
"Ok, Peter, as cortinas estão a caminho. Você deverá receber em alguns dias. "
Meus olhos se arregalaram.
"Chega disso", murmurei, e levantei-me da cama. Quando meus pés tocaram o chão, Alexa começou a rir novamente. Era uma vez bizarra e diferente da última vez. Parecia a risada do palhaço IT.
A luz azul brilhava mais do que nunca quando alcancei o fio da tomada.
"Ok, Peter, a vassoura esta a caminho ...".
Puxei o fio da tomada na mesma hora e Alexa ficou em silêncio. A luz se apagou.
Eu voltei para o meu quarto e bati a porta. Acho que dormi por cerca de uma hora.
No dia seguinte, quando cheguei em casa do trabalho, convidei meu amigo e dono do apartamento qual alugo. Eu falei para ele que precisava de uma cerveja, depois de tudo que passei na ultima noite.
"O que aconteceu?" Perguntou Mark, sentando-se na mesa da cozinha abrindo a cerveja que eu tinha oferecido a ele.
"Você sabe o que é Amazon Alexa?" Eu perguntei, apontando em sua direção.
"Ah, sim", ele respondeu. "Minha irmã tem um. Você ouviu os relatos de algumas pessoas a respeito da risada da Alexa?”
"É exatamente isso que a minha está fazendo!", Exclamei.
"Você está falando serio?" Mark disse, sorrindo. "Você deve ter se cagado nas calças".
"... quase", admiti. "É um medo ridículo".
"De jeito nenhum", ele falou, enquanto bebia sua cerveja. "Se eu fosse você jogaria essa Alexa pela janela".
Eu ri. "Eu estaria mentindo se eu dissesse que não pensei nisso antes. Especialmente com as outras coisas que ela disse.
As sobrancelhas do Mark se levantaram. "Outras coisas? O quê?"
"Oh, nada tão assustador quanto a risada", respondi. "Foram apenas compras usando a conta da Amazon de outra pessoa. Eu acho foi um bug ou erro no servidor ".
"Uau, isso é assustador", disse Mark. "Você sabe de quem era a conta do usuário?"
"Um cara chamado Peter. Ele estava encomendando facas e vassouras e outras coisas ".
Mark fez uma pausa no meio da bebida. Ele olhou para mim, seu sorriso escorregando de seu rosto. "Peter?", Ele repetiu.
"Sim. Por que você o conhece? "
Mark de uma pausa. A expressão em seu rosto era o oposto de alguns segundos antes. Ele parecia estar assustado.
"Mark, o que está acontecendo?"
"Eri, antes de você se mudar, eu aluguei este apartamento para um cara chamado Peter".
"Sim? E?"
Ele olhou nos meus olhos, quase como se ele não quisesse dizer.
"Mark?"
"Eu ... é apenas ... Eri, ele cometeu suicídio cerca de seis meses antes de você se mudar pra cá".
Meu sangue ficou frio. "Ele se matou aqui? Neste apartamento? "
"Por quê? O que aconteceu? Ele estava deprimido? "
Ele balançou a cabeça. "Não. Pior."
"O que aconteceu então? Mark!"
Ele fez uma pausa e respirou fundo. Olhei insistentemente para ele. "Ele se matou quando a polícia encontrou o corpo de sua namorada grávida no pântano do outro lado da cidade. Ela tinha sido esfaqueada até a morte e enrolada numa lona. Mais tarde, a investigação mostrou que ele drenou todo o sangue dela na banheira e tentou limpá-lo com água sanitária ".
Minhas pernas ficaram tremulas. " Alvejante?" Eu perguntei.
Mark abaixou a cabeça com olhar fixado para o chão.
"Eu ... não posso ficar aqui", eu sussurrei.
Ficamos em silêncio por um minuto ou dois. Mark foi à geladeira e pegou outra cerveja. Parecia que ele ia falar algo enquanto abria a cerveja. Antes que ele abrisse a boca, uma pause, uma risada assustadora tomou conta do apartamento.
Foi Alexa!
E ela estava desligada da tomada.
 

admin